Ações do documento

Veja como fazer a sua declaração do Imposto de Renda

por micelliúltima modificação 10/02/2008 11:04 Revista Consultor Jurídico


1 .Comprovante de rendimentos (fornecido pelas empresas que efetuaram os pagamentos); 2. Comprovante de rendimentos financeiros (fornecido pelas instituições financeiras que pagaram rendimentos); 3. Comprovantes de pagamentos a instituições de ensino regular

Em dia com o fisco
Veja como fazer a sua declaração do Imposto de Renda

Os contribuintes têm até o dia 30 de abril para fazer a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física. Hoje, todo o procedimento pode ser feito de maneira mais rápida e prática pelo meio eletrônico.

Veja algumas dicas de como fazer a sua declaração:

— Estar de posse de todos os comprovantes de renda e de despesa dedutíveis, embora não seja preciso enviar à Receita. Exemplos de documentos obrigatórios:

1 .Comprovante de rendimentos (fornecido pelas empresas que efetuaram os pagamentos);

2. Comprovante de rendimentos financeiros (fornecido pelas instituições financeiras que pagaram rendimentos);

3. Comprovantes de pagamentos a instituições de ensino regular;

4. Comprovantes de pagamentos a entidade de previdência privada:

5. Comprovantes de despesas com médicos, dentistas, hospitais, exames etc.

6. Comprovante de pagamento de pensão alimentícia;

7. Despesas escrituradas no Livro Caixa (somente para autônomos);

8.Comprovantes de recolhimento do INSS patronal do empregado doméstico;

9. Comprovantes relativos a aquisições e vendas de bens e direitos.

— O programa gerador da Declaração do Imposto de Renda está disponível no site da Receita Federal desde 1º de março. Antes de fazer a sua declaração, é preciso saber como funciona o programa.

— Tome cuidado na hora de digitar os dados. Uma letra ou número errado pode fazer toda a diferença.

— Se precisar de ajuda, não recorra a amigos e vizinhos. É melhor procurar ajuda especializada.

— Faça um pequeno planejamento tributário. Embora as despesas e receitas do ano de 2006 já estejam fechadas, ainda é possível escolher formas mais benéficas para declarar. O contribuinte pode optar entre o modelo completo (que considera despesas com educação, médico, previdência pública e privada, etc.) e o simplificado (que substitui todas as deduções por um desconto padrão de 20% sobre os rendimentos tributáveis com limite de R$ 11.167,20). Pode ainda optar por declarar em conjunto com o cônjuge ou em separado, declarar dependentes ou deixar que cada um entregue a sua.

— Não deixe para a última hora.

Revista Consultor Jurídico




Copyrigth 2006 - 2008 Servidor Público.net
Este site foi desenvolvido pela Simples Consultoria utilizando o Plone.