Seções
Você está aqui: Página Inicial Notícias 2008 Notícias de março de 2008 Notícias de 15 de março de 2008 Nova tabela: mais 193 mil servidores ganham aumento
Ações do documento

Nova tabela: mais 193 mil servidores ganham aumento

por micelliúltima modificação 15/03/2008 05:00 O Dia


O governo federal apresentou ontem a proposta de reajuste para os servidores da Previdência, Saúde e Trabalho. A recomposição salarial foi dividida em quatro parcelas, de 2008 a 2011, com percentuais totais, ao fim do repasse, variando entre 32,97% e 137,28%.

Proposta de reajuste para as áreas de Saúde, Trabalho e Previdência
por Djalma Oliveira

Rio - O governo federal apresentou ontem a proposta de reajuste para os servidores da Previdência, Saúde e Trabalho. A recomposição salarial foi dividida em quatro parcelas, de 2008 a 2011, com percentuais totais, ao fim do repasse, variando entre 32,97% e 137,28%.

Além desse grupo, o Ministério do Planejamento já tem acordos fechados com o pessoal do Incra e do Ministério da Cultura, totalizando 193 mil funcionários que já estão com os seus aumentos bem próximos de se tornarem realidade.

Mas os sindicatos estão em busca de melhorias, especialmente para o pessoal da Previdência, Saúde e Trabalho, segunda maior categoria do funcionalismo federal. Uma das preocupações é com a paridade entre ativos e inativos, que continua sendo desrespeitada.

A origem do problema agora é a gratificação ligada à produtividade. Como os aposentados não podem mais ter seu trabalho avaliado, ficam com um valor fixo, sempre inferior ao dos ativos. Com isso, são criados os chamados abismos salariais. Pela proposta de reajuste do governo para este ano, por exemplo, a diferença entre um servidor ativo e um inativo da Previdência, Saúde e Trabalho no topo da carreira de Nível Médio (Classe S, Padrão III) é de 23%.

Outro ponto que os sindicatos querem discutir é a antecipação das parcelas previstas para 2011. O ideal seria, segundo as entidades, que a totalidade dos reajustes estivesse no bolso dos servidores até 2010. Também estará na pauta de discussão das próximas reuniões a elevação em alguns índices de aumento para 2008, já que, em diversos casos, são menores que 1%. Novamente, os maiores prejudicados são os inativos.
 
Fonte: O Dia, 12 de março de 2008. Na base de dados do site www.endividado.com.br



Reajuste dos servidores 2008

Enviado por faf em 29/05/2008 00:16
É incrivel que apesar estarmos a 13 anos sem reajuste nenhum ainda se considere a possibilidade de parcelá-lo em 3 anos e se faça uma diferença entre ativos e inativos. Mesmo que fosse legal esta diferença, com tantos anos sem reajuste, alguns - por exemplo- trabalharam na ativa até 1 ou 2 anos atrás quando se aposentaram. E todo este tempo sem qualquer reajuste e agora receberão um reajuste de inativo!! É inacreditavel que a imprensa não levante esta questão e que a justiça do trabalho não nos defenda. Pois o inativo depende da sociedade e de seus orgãos de justiça para defende-lo, pois a possibilidade de pressão pela greve não existe mais. Ou deveríamos começar a agir como o MST ou as Organizações Indigenas?? Pouco se incomodando com as leis e a ordem?? Talvez seja este o caminho, pois eles conseguem tudo que querem (e em geral direitos completamente absurdos) e nunca vi nenhum deles ser punido por seus atos de intimidação e com frequência de violência às pessoas e ao patrimônio!!
faf

Copyrigth 2006 - 2008 Servidor Público.net
Este site foi desenvolvido pela Simples Consultoria utilizando o Plone.